21 de fev de 2012

Seja flexível

Observe seu estado de humor…
E perceba que quando você está feliz, irradiando alegria, 
há um movimento de expansão…
Quando você está com medo, você se encolhe,
 se esconde em sua concha, porque, se sair, poderá haver algum perigo.
Mas perceba que as pessoas estão se encolhendo em todos os sentidos… 
No amor, nos relacionamentos, na meditação…
Se você ficar continuamente com medo, 
como vivem muitas pessoas, aos poucos a elasticidade de sua energia será perdida.
Quando você se encolhe, você se torna uma represa estagnada,
 deixando de fluir, deixando de ser um rio.
Então, a cada dia você se sentirá mais e mais morto.
Mas o medo tem um emprego natural.
Quando a casa está pegando fogo, por exemplo, você precisa escapar.
Não tente ficar destemido nessa situação, ou será um tolo!
Deveríamos ser também capazes de nos recolher, 
porque existem momentos em que precisamos interromper o fluxo.
Deveríamos ser capazes de sair, entrar, sair, entrar…
E isso é flexibilidade: expansão, recolhimento, expansão, recolhimento…
É como respirar…
A pessoa muito medrosa, deprimida, 
não respira profundamente, porque mesmo essa expansão traz o medo.
Seu tórax se encolhe e, aos poucos, você desenvolve uma couraça protetora.
Você cria toda uma personalidade protegendo este estado de medo e depressão.
E é difícil sair deste estado, você se acostuma com ele.
Assim, mude o padrão…
Tente descobrir maneiras de fazer sua energia se mover.
Algumas vezes até mesmo a raiva é boa, pelo menos ela move a sua energia.
Se você tiver de escolher entre o medo e a raiva, escolha a raiva.
Mas não vá ao outro extremo, não permaneça com medo: 
medo de amar, de se relacionar, de se expor, de ser feliz, de viver.
A qualidade mais importante a ser lembrada é a flexibilidade, 
ou seja, a capacidade de se mover de um ponto ao outro.
Nesse momento, passe os pensamentos pelo seu corpo e observe seus pontos de tensão… 
Seus pontos de rigidez…
Sua juventude é proporcional à sua flexibilidade.
Observe uma pequena criança – tão delicada, meiga, sensível e flexível.
À medida que você envelhece tudo se torna rígido, duro, inflexível.
Observe sua mente…
Mantemos os mesmos velhos padrões de pensamentos, de sentimentos.
Mas se você permanecer flexível, 
poderá permanecer absolutamente jovem até o momento de sua morte.
Então, viva mais, ame mais, brinque mais…

Osho
 

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...