13 de mai de 2011

Diante das adversidades

"Com receio de sofrer, homens realizam vasectomia no coração.
Com receio de sofrer, mulheres fazem ligadura no coração.
Ambos tornam-se indiferentes e descrentes.
Ambos sacrificam a fertilidade, o inesperado, o porvir.
São enterrados de pé. Viver não é racionar o que se conhece.
O que se conhece é insuficiente. Os riscos fazem parte da euforia.
Como a dor, a alegria também pode ser insuportável.
Por receio da alegria, sofremos."

Fabrício Carpinejar

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...